top of page

3 DICAS PARA ESCOLHER SEU COWORKING IDEAL



Como toda a prestação de serviço, além do custo, a escolha de um coworking passa por alguns aspectos importantes a serem considerados.


1 – COWORKING NÃO É APENAS ALUGUEL DE SALAS

Coworking é uma prestação de serviço e como tal é importante que a empresa escolhida possua organização e estrutura para poder prestá-los com eficiência.

Ao se comparar o valor de uma sala em uma boa empresa de coworking à um aluguel tradicional de uma sala, você verá que a redução de custo apenas de aluguel será da ordem de 25%. Porém se você colocar nessa conta os demais serviços agregados como montagem da estrutura, energia elétrica, internet, limpeza, mantimentos para copa, secretária e recepcionista, custos de manutenção, horas gastas no gerenciamento de todos esses serviços, entre outros, chegará a uma redução de mais de 50% (em breve teremos um post demonstrando essa conta).

Ou seja, ao se contratar um espaço em um ambiente de coworking, além do custo desse espaço, você está pagando pela prestação de serviços, então é importante que essa empresa de coworking seja estruturada para lhe fornecer esses serviços.

Procure saber se a empresa possui manuais e sistemas de treinamento para funcionários, quais são os colaboradores internos e terceirizados que darão suporte em caso de problemas e se a empresa possui sistema informatizado de acesso à unidade e de controle de conta dos clientes.


2 – “LOCATION, LOCATION, LOCATION”, BUT WHY ?

Pegamos emprestado uma máxima do mundo da hotelaria para lembrar que você não estará realizando uma compra de uma sala comercial ou assinando um contrato longevo de aluguel que lhe obrigue a se fixar em um local que não lhe é adequado, então escolha a melhor localização para aquele momento específico de sua vida.

Muitas vezes naquele momento a melhor localização pode ser a mais próxima da sua casa; em outros pode ser perto do seu cliente e talvez, pode ser ao lado da escola do seu filho. Enfim, tire proveito dessa facilidade e usufrua da mobilidade que os meios digitais trouxeram para a maioria das profissões.

Vale lembrar que algumas redes de coworking oferecem a vantagem de ter diversos pontos de trabalho espalhados pela cidade. Na Ponto Urbano, por exemplo, os usuários podem utilizar suas horas em qualquer uma das unidades. A empresa possui atualmente duas unidades e estará abrindo mais duas dentro dos próximos três meses, então se você precisa fazer uma reunião com um cliente, pode escolher aquela unidade mais conveniente para ambos.


3 – ESCOLHA A SUA TURMA

Cada empresa possui sua própria cultura, que é reflexo do seu cliente e que também se manifesta na forma dos seus colaboradores trabalharem, agirem, pensarem e até se vestirem. Um escritório de advocacia muitas vezes passa a sensação de formalidade e segurança, enquanto num estúdio de arte a sensação é de mais descontração e informalidade. Não há certo e errado. Muitas características são inerentes à atividade, ou mesmo do nicho onde essa está inserida.

Um erro comum de frequentadores de espaços compartilhados é esquecer justamente que o espaço será compartilhado com outras pessoas. Isso pode ser maravilhoso, enriquecedor e trazer ganhos incríveis – ou pode ser um verdadeiro desastre.

Pra não acabar convivendo com pessoas que não “falam sua língua’, é importante lembrar que além de compartilhar espaços, serão compartilhadas novas idéias, formas de pensar e trabalhar, então mais do que nunca é interessante identificar-se com a empresa de coworking, e com seus frequentadores. Procure sempre saber quais são as empresas instaladas e qual o tipo de trabalho que elas desenvolvem. Dessa forma, a experiência será muito mais prazerosa.

Posts recentes

Ver tudo

留言


bottom of page